CEU

 

 

O mal depende da vontade. Pois bem! o homem é mais culpável à medida que sabe melhor o que faz.

O Livro dos Espíritos

C.E.U. – Companheiros Espíritas Unidos

CONHEÇA A DOUTRINA ESPÍRITA

Breve resumo do surgimento do Espiritismo

O Espiritismo é uma doutrina científico-filosófica estabelecida pelo professor francês Hippolyte Léon Denizard Rivail, sob o pseudônimo de Allan Kardec, no século XIX.
Discípulo de Pestalozzi e estudioso sobre magnetismo, Hippolyte teve seus primeiros contatos com manifestações espirituais quando um antigo magnetizador conhecido seu chamado Senhor Fortier o colocou a par do fenômeno das Mesas Girantes que ocorriam nos salões de Paris em 1854. Cético a princípio, acreditava que todo movimento que aquelas mesas pudessem fazer como girar, ficar suspensa no ar ou caminhar, era decorrente do fluido magnético (energia ou eletricidade) emitido pelas próprias pessoas. Quando em 1855 assistiu pela primeira vez ao fenômeno, e também tomou conhecimento da escrita mediúnica, percebeu, de fato, que todos aqueles efeitos que as mesas produziam não estavam ocorrendo apenas para divertir e entreter as pessoas que assistiam: havia ali alguma causa inteligente que produzia todas aquelas manifestações no intuito de transmitir alguma coisa e que necessitava de um estudo sério. Como o próprio Kardec descreve em “Obras Póstumas”, foram nessas reuniões que seus estudos sobre Espiritismo (neologismo esse criado por ele para denominar a nova doutrina) começaram. Através de muita observação racional e cuidadosa, percebeu que essas manifestações eram causadas por espíritos, e que eles nada mais eram do que as almas dos homens e mulheres que viveram na Terra, carregando consigo toda a bagagem intelectual e moral que desenvolveram enquanto encarnados, e que o fato da comunicação com os mesmos provava a existência de um mundo que não era visto.
Todo esse estudo aprofundado juntamente com as perguntas sérias formuladas a esses Espíritos através da comunicação que conseguiu estabelecer com eles serviram como base para o nascimento do “O Livro dos Espíritos” em 18 de abril de 1857, principal obra básica do Espiritismo até os dias de hoje.

O Livro dos Espíritos contém as respostas dadas pelos espíritos para as perguntas formuladas por Allan Kardec, divididos em 4 partes da seguinte forma:

1ª parte – As Causas Primeiras: Deus, espírito, matéria assim como os elementos gerais do universo e a formação dos mundos e seres, além de abordar o princípio das coisas.

2ª parte – Mundo dos Espíritos: encarnação e reencarnação, origem dos espíritos e suas diferentes escalas na evolução, suas ocupações e vida no plano espiritual, suas intervenções e influências no mundo material.

3ª parte - Leis Morais: abordagem das leis que regem o Universo e os seres como as leis de reprodução, trabalho, liberdade, progresso, entre outros.

4ª parte – Esperanças e Consolações: Penas e gozos terrestres e futuros, esperanças e consolações com base nas leis de “Causa e Efeito”.

Obs.: Importante notar que esse é apenas um resumo do conteúdo de cada parte do livro. Outros assuntos interligados com os citados acima também são abordados.


Obras Básicas do Espiritismo por Allan Kardec

A partir da publicação de “O Livro dos Espíritos”, Kardec lançou outras obras tão importantes quanto para o engrandecimento da Doutrina Espírita que serão citados a seguir. Todas elas são consideradas como obras básicas do Espiritismo:

- O Livro dos Médiuns: de caráter científico e experimental, Kardec aborda os assuntos referentes à mediunidade e suas diversas formas de manifestações. Classifica todas as possíveis faculdades mediúnicas existentes e os cuidados que se deve ter para com elas. Além disso, é nessa obra que o tema “Obsessão” é estudado de maneira aprofundada. Considerado como “Guia dos Médiuns e dos Evocadores”, Kardec explica sobre a obra:

“Ensino especial dos Espíritos sobre a teoria de todos os gêneros de manifestações, os meios de comunicação com o mundo invisível, o desenvolvimento da mediunidade, as dificuldades e os tropeços que se podem encontrar na prática do Espiritismo."

Foi publicado em 15 de janeiro de 1861.

- O Evangelho Segundo o Espiritismo: Nessa obra de caráter religioso e moral, Kardec faz um exame das parábolas de Jesus e as passagens do Novo Testamento, trazendo tudo a uma base racional de interpretação, deixando em evidência todo o real sentido daquilo que Jesus quis dizer em suas passagens. Em todos os capítulos há mensagens de espíritos diversos sobre temas como amor, caridade, perdão, egoísmo, ódio, entre outros. Sobre o livro, Kardec comenta:

"A explicação da máximas morais do Cristo em concordância com o Espiritismo e suas aplicações às diversas circunstâncias da vida."

Publicado em abril de 1864 e é a principal obra utilizada no Evangelho no Lar.

- O Céu e o Inferno – A Justiça Divina segundo o Espiritismo: obra divida em duas partes onde Kardec faz uma análise profunda de Céu, Inferno, Anjos, Demônios, Purgatório, Justiça Divina, entre outros. Utiliza-se sempre da fé raciocinada e aponta diversas contradições que esses temas possuem com a ciência, dando uma explicação lógica para os mesmos. Na segunda parte do livro, encontramos diversas mensagens de vários espíritos, de felizes a infelizes, que se comunicaram na Sociedade Espírita de Paris.

Publicado em 1865.

- A Gênese – Os Milagres e as Predições segundo o Espiritismo: meticuloso estudo apresentado sobre a origem do Universo e explicações racionais sobre os Milagres de Jesus. Sobre essa obra, comenta:

"A nova obra constitui mais um passo à frente, nas conseqüências e nas aplicações do Espiritismo; tem por fim o estudo de três pontos que foram até hoje, diversamente interpretados e comentados: A Gênese, os Milagres de Jesus e as predições encontradas nos Evangelhos."

Publicado em janeiro de 1868.

Além dessas obras citadas acima, consideradas como básicas, há diversas outras também publicadas por Allan Kardec e que são fontes de conhecimento para aqueles que gostariam de entender um pouco mais da Doutrina Espírita. Podemos tomar como exemplo as obras “O Que É O Espiritismo?”, contendo um resumo dos principais pontos do Espiritismo e “Obras Póstumas”, com textos escritos por Kardec sobre a criação da doutrina e que foram publicados após a sua morte. Além disso, não podemos deixar de citar as edições da “Revista Espírita” que foi um periódico mensal dirigido por Kardec onde podemos encontrar os mais diversos relatos e passagens do mesmo atuando como espírita, presenciando e explicando manifestações, assim como mensagens de diversos espíritos sobre os mais variados temas.

Alguns dos principais pontos e características da Doutrina Espírita

- Crê na existência de um só Deus, considerando-o como causa primária de todas as coisas e inteligência suprema. Os espíritos, em “O Livro dos Espíritos”, não o classificam como “alguém” ou um “homem”, mas como “algo” que somente os Espíritos puros conseguem compreender, sendo o universo e tudo o que há nele, sua criação.

- Pluralidade dos mundos: não tem a Terra como único planeta habitado, assim como há planetas e mundos espirituais espalhados pelo Universo.

- Tem Jesus como guia e modelo para a humanidade;

- Não possui estrutura hierárquica, templos, rituais, ornamentos, cerimônias, roupas e demais aparatos que caracterizam outras religiões.

- Perispírito é o corpo semimaterial de que o Espírito se utiliza e que serve de intermediário entre ele e o corpo material (físico). Com a morte, o Espírito deixa o corpo e conserva o seu Perispírito. Podemos considerá-lo como um corpo fluídico mais grosseiro que o próprio Espírito e mais sutil que o corpo material.

- Todos os Espíritos são criados simples e ignorantes, não sendo bons e nem maus. Assim, vivem e agem, estando encarnados ou não, conforme a sua vontade graças ao livre-arbítrio que todos possuem.

- Lei de Causa e Efeito: colhemos exatamente aquilo que plantamos. Todo o mal ou bem que fizermos nos retorna, o que nos faz evoluir ou estagnar na escala do progresso./p>

- Reencarnação: sendo o espírito um ser imortal, cada encarnação é uma oportunidade que temos de corrigir erros, nos renovar interiormente e praticar mais o bem, avançando moral e intelectualmente. Nunca conseguimos isso em apenas uma existência, e uma nova chance nos é dada sempre até atingirmos a condição de Espíritos puros.

- Considera alma como o espírito encarnado.

- Faz uso da mediunidade, canal de comunicação entre encarnados e desencarnados através de pessoas as quais chamamos de médiuns. Cada médium possui uma ou mais faculdades mediúnicas específicas: psicografia (espírito passa mensagem através da escrita), psicofonia (erroneamente chamada de mediunidade de incorporação), vidência (capacidade de ver os espíritos), audiência (ouvir os espíritos), sensitivos (sentir a presença dos espíritos), entre outros;

- Só existe um Espiritismo, codificado por Allan Kardec. Não devemos confundir Espiritismo com religiões como a Umbanda, o Candomblé, entre outras. Apesar de possuírem alguns pontos semelhantes com a Doutrina Espírita como a crença na sobrevivência da alma e também se utilizarem da mediunidade, não são espíritas, mas sim espiritualistas.

- “Fora da Caridade não há Salvação”, principal lema da Doutrina. Segundo os espíritos, a caridade entendida por Jesus é “benevolência para com todos, indulgência para as imperfeições dos outros, perdão das ofensas.”.

Palestrantes do mês

Novembro

01 - A Agendar

03 - Silvia Helena Vicente

04 - Vinícius de Queiróz Pereira

07 - José António Evangelista

08 - José de Abreu (Zezinho)

10 - Dárcio Destro

11 - Célia Patriani Justo

14 - Silvia Helena Vicente

15 - Eliana Barrozo Prugner

17 - Nazareth Coelho

18 - Márcio Pires

21 - Fátima Soeiro

22 - Regina Márcia

24 - Simone Quidicomo

25 - Reinaldo Marangoni

28 - Gerson da Silva Gonçalves

29 - Roseana Armênio Caichjian

 

ver lista completa

Nossas reuniões

Segunda

15h - Costura das Senhorinhas

15h - Vibração

20h - Harmonização Espiritual (Reunião Privativa)

Terça

15h30min - Palestra, Passe e Diálogo Fraterno

20h - ESDE - Estudo Sistematizado da Doutrina Espirita (Apenas alunos inscritos)

Quarta

15h30min - Palestra, Passe e Diálogo Fraterno

20hrs - Educação Mediúnica (Reunião Privativa)

Quinta

20h - Estudo de Reforma Íntima (Reunião Privativa)

20h - Estudo de "O Livro dos Espíritos" e de "O Evangelho Segundo o Espiritismo" (Aberto ao público)

Sexta

15h - Estudo de "O Livro dos Espíritos" e de "O Evangelho Segundo o Espiritismo" (Aberto ao público)

20h30 - Palestra, Passe e Diálogo Fraterno

Sábado

10h - Recreluz: Evangelização para Infância e Juventude

15h30min - Harmonização da Saúde (Reunião Privativa)

18h - Palestra, Passe e Diálogo Fraterno